Postagens

3 ambulâncias estão paradas em Sabará, quase 50 em toda Minas Gerais

Imagem
Quase 50 ambulâncias doadas pelo Ministério da Saúde estão abandonadas em Minas Gerais

O excesso de burocracias, má administração do dinheiro, pouca eficiência dos setores públicos, ocasionam desperdícios e mortes em todo território brasileiro, e hoje compartilho mais uma notícia que demonstra isso:

Como de costume, o Samu Regional, que atenderia Sabará e outras cidades do interior de Minas Gerais, não foi adiante.

Os ônibus e as ambulâncias que foram doados pelo Ministério da Saúde estão abandonados, eles são de um projeto de 103 cidades da Região Central de Minas que se uniram em um consórcio para montar uma unidade do Samu Regional, na qual Sabará está incluída com três ambulâncias novinhas equipadas. Mas, que não podem atender emergência porque o projeto nunca saiu do papel.

“É muito difícil para quem está do lado de cá ter toda a condição só tá faltando entrar na regulação”, disse a Secretária de Saúde de Sabará, Nicole Cuqui Alves.

Na reportagem para a Globo, a Secretaria de Saú…

Cemig indeniza casal por falta de energia em festa de casamento em Sabará

Imagem
Algumas pessoas tentaram iluminar a festa com os faróis dos próprios carros

Um casal será indenizado em mais de R$ 50 mil pela Cemig porque faltou luz na festa de casamento. A decisão da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) confirma a sentença da Comarca de Sabará.
O casal conta, nos autos, que no dia do seu casamento houve interrupção no fornecimento de energia elétrica no sítio preparado para a festa marcada para começar às 22h. Com isso, não foi possível gelar as bebidas, os fotógrafos, cinegrafistas e músicos não conseguiram trabalhar e praticamente não houve festa. Algumas pessoas tentaram iluminar o local com os faróis dos próprios carros, mas os convidados, cansados de esperar pela volta da energia elétrica, foram embora.
A Cemig alegou que a interrupção de energia foi acidental e ocorreu por causa indeterminada no sistema elétrico. Segundo a empresa, a lei federal que regula sua atividade a exime da responsabilidade pela descontinuidade na prestação do se…

Construtora paralisa obras em Sabará

Imagem
No grupo Sou Sabará e nas redes sociais estamos acompanhando as reclamações dos consumidores que compraram o apartamento da construtora Casa Mais, nas quais as obras estão paralisadas.


As obras do residencial Quinta da Boa Vista, da Casa Mais, em Sabará, estão paralisadas desde março, enquanto isso os moradores continuam pagando a evolução de obra. Na reportagem para o Jornal O Tempo, o advogado da Casa Mais, disse que a empresa não faliu e nem está em recuperação judicial. “A empresa passa por uma reestruturação, em razão da crise financeira que existe. Por causa dessa reestruturação, houve a mudança de sede. Alguns funcionários foram demitidos e a obra do Quinta da Boa Vista foi paralisada”, conta, mas na própria matéria, os ex-funcionários informaram que foram demitidos sem acertos e com salários atrasados.

A Caixa Econômica Federal tem contratos com a construtora Casa Mais em sete empreendimentos, já fez uma notificação extrajudicial e acionou a seguradora da empresa, que são, se…

Família de Sabará será indenizada por constrangimento durante enterro

Imagem
Uma funerária e o cemitério de Sabará,  foram condenados a indenizar uma família em R$ 10 mil por danos morais. A 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) entendeu que houve transtorno e constrangimento durante o sepultamento, depois que a urna de tamanho especial, em que o corpo foi velado, não coube na cova.

Segundo o processo, o corpo teve de ser acomodado numa urna de tamanho especial porque o parente media dois metros. Como os funcionários do cemitério não haviam sido informados disso, a urna teve de ser trocada na floricultura e na presença dos familiares, o que, segundo eles, agravou a dor pela qual passavam e atrasou o sepultamento. Ainda segundo a ação, o corpo precisou ser enterrado com os joelhos dobrados.

As empresas alegaram que a pessoa que contratou os serviços é quem seria responsável por comunicar ao cemitério o tamanho especial da urna.

Em primeira instância, o juiz da Comarca de Sabará negou o pedido da família, que recorreu da sentença e a mai…

Quase 6 bilhões de gastos com servidores que acumulam cargos irregularmente

Imagem
Levantamento realizado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) apontou o pagamento de centenas de servidores de forma irregular – levando a um prejuízo para os cofres públicos de aproximados de R$ 6 bilhões por ano.
Um deles aqui em Sabará: Clique para ver
Imagine o que poderia ser feito com esse dinheiro?   
O TCE encontrou ainda 184 mortos cujos proventos de pensões ou aposentadorias continuam sendo pagos, em sua maioria, pelas prefeituras. 
Pimentel anunciou no seu Facebook que os funcionários com cargos ilegais terão seus salários suspensos esse mês, vamos aguardar a solução. Enquanto cidades sofrem sem médicos, com desempregados, vários recebendo sem trabalhar, o dinheiro de todos indo para o ralo.
Fonte dos valores, divulgado no em.com.br

Algumas escolas de Sabará foram selecionadas para segunda edição do Programa Meu Primeiro Negócio

Imagem
As escolas EE Elísio Carvalho De Brito, EE Maria Floripes Nascimento Alves, EE Coronel Adelino Castelo Branco, EE General Carneiro, EE Professor João de Arruda Pinto e EE Professor Zoroastro Vianna Passos foram selecionadas para segunda edição do Programa Meu Primeiro Negócio.
O programa tem como objetivo promover a cultura empreendedora entre alunos do ensino médio de escolas públicas estaduais, por meio da organização e operacionalização de empresas estudantis. A segunda rodada será realizada com a mesma metodologia utilizada no ano passado. Serão 12 semanas em que os participantes aprenderão conceitos de mercado, comercialização e livre iniciativa, sendo acompanhados por profissionais das áreas de marketing, finanças, recursos humanos e produção.
Porém para prosseguir com o programa, as escolas devem indicar um professor responsável, via formulário digital.
Caso essa indicação não ocorra ou o professor indicado não esteja apto para receber as horas referentes ao programa, requisi…

Médica de Sabará acumula vários cargos públicos em diversas cidades de forma irregular, segundo reportagem

Imagem
Nesta terça-feira(24) o jornal MG TV da Rede Globo exibiu uma matéria, na qual mostra o acúmulo irregular de cargos de servidores públicos, levantados pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) .
No estado, 102,6 mil servidores públicos estão sendo investigados por acúmulo ilegal de cargos. A prática é proibida pela Constituição Federal. Há funcionários que acumulam dois, seis e até dez cargos diferentes.
A reportagem usa exemplo da médica de Sabará, já aposentada, trabalha simultaneamente em seis órgãos públicos - totalizando uma carga horária semanal de 108 horas e uma remuneração bruta de R$ 47.833,03. Assista aqui.
Enquanto o  governo de Minas Gerais tem dificuldades para pagar os salários dos servidores públicos , as cidades sofrem com falta de médicos e empregos, e uma só pessoa receber todo esse dinheiro, sem nenhum responsável tomar iniciativa é uma vergonha e falta de respeito com os cidadãos!